Líderes defendem adiamento das eleições municipais em razão da Covid-19

Líderes defendem adiamento das eleições municipais em razão da Covid-19

10 de julho de 2020 0 Por admin

Líderes de partidos que participaram de um reunião sobre as eleições municipais deste ano afirmaram que há consenso quanto à realização do pleito, mas com um possível adiamento em razão da pandemia de Covid-19.
Normalmente realizadas em outubro, a ideia é que as votações ocorram entre 15 de novembro e 20 de dezembro. Para ser alterada, a data precisa ser definida por meio de emenda constitucional aprovada pelas duas Casas do Congresso Nacional.
“É preciso, sim, realizar as eleições, com todo o cuidado, com todo o respeito. É necessário preservar a democracia e não passar a mensagem de que se trata de um valor descartável”, afirmou o líder do DEM na Câmara dos Deputados, Efraim Filho (PB). “É importante que o cidadão tenha preservado o seu direito de escolher quem vai lhe representar.”
O deputado participou de videoconferência em que autoridades e especialistas em saúde foram ouvidos pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, para quem o ideal é que a definição pelo Congresso seja feita até 30 de junho. Efraim Filho disse acreditar que, com o adiamento, que levará em conta a redução na curva de contágio do vírus, será possível dar segurança não apenas ao dia da eleição, mas também ao período de campanha. “Pelas datas previstas, começarão ali por meados de setembro”, comentou.