Prefeitura de Mangaratiba bloqueia mais de 4.500 veículos de fora do município nas barreiras sanitárias

Prefeitura de Mangaratiba bloqueia mais de 4.500 veículos de fora do município nas barreiras sanitárias

27 de maio de 2020 0 Por admin

A Prefeitura de Mangaratiba, através da Secretaria de Segurança e Trânsito, divulgou ontem (26/05) um balanço parcial dos veículos bloqueados nas barreiras sanitárias do município. Até o momento mais de 4.500 automóveis de outras regiões foram impedidos de acessar a cidade.

Autorizado pelo Decreto n°4.220/2020, o bloqueio é uma medida adotada para proteger a população de Mangaratiba durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus e restringir a aglomeração de pessoas em solo municipal. As barreiras são realizadas pela Guarda Municipal em onze pontos de acessos aos distritos.

O trabalho de fiscalização é sempre intensificado aos fins de semana e também na entrada de Itacuruçá, distrito que registra hoje mais de 50% dos casos de COVID-19 no município.

“Estamos atentos e controlando de verdade o acesso a Mangaratiba. Redobramos a atenção nos finais de semana, quando a demanda aumenta bastante. Somente da última sexta, dia 22, até ontem, dia 25, bloqueamos quase 500 veículos de pessoas sem qualquer comprovação de residência na cidade”, explicou o Secretário de Segurança e Trânsito, Norberto Marques.

De acordo com o secretário, desde o início da restrição, Itacuruçá é distrito o que soma o maior número de bloqueios realizados, com 1.375 ocorrências. O número é seguido dos registros contabilizados no Sahy com 939 veículos barrados, Muriqui com 671 e Praia Grande, com 634 automóveis bloqueados.

A entrada nos distritos de Mangaratiba só é permitida para veículos de moradores, táxis ou transporte por aplicativo, cujo o passageiro comprove residir na cidade. É necessário apresentar documento de identificação e comprovante de residência. A autorização também se estende a trabalhadores do município e carros oficiais, de serviço (com comprovação de destino) e transporte de cargas de caráter essencial.

Não é permitido o acesso de veículos de outros estados ou cidades, inclusive da região metropolitana do Rio de Janeiro, onde haja casos confirmados do novo coronavírus.

“Estamos fazendo nossa parte para cuidar da população. Queremos receber nossos visitantes com todo o carinho que eles merecem, porém, esse não é o momento. Pedimos que esperem a pandemia passar. Hoje nossa prioridade é cuidar de vidas e ficar em casa é a forma mais efetiva de combater o coronavírus. Colaborem conosco”, pediu o prefeito Alan Bombeiro.